Moyarte. Mônica Yamagawa.
Mônica Yamagawa
Home: página inicialMoyarte: perfil no FacebookMoyarte: perfil no InstagramMoyarte: perfil no Twitter
contato@moyarte.com.br

Centro de São Paulo

Alameda dos Bambus

logradouros do centro de são paulo

atualizado em: 19 de novembro de 2020

 

home > logradouros > Alameda dos Bambus

 

Nome antigo da atual Avenida Rio Branco (o nome foi alterado em 1907 - Lei Municipal n. 1033, de 07/08/1907).

De acordo com as pesquisas de Mario Jorge Pires (2006, p. 133-135), no século XIX, a Alameda dos Bambus (Visconde do Rio Branco) era a mais extensa de todas no bairro dos Campos Elíseos. Entre os moradores estavam: Elias Chaves (Palácio dos Campos Elíseos), Eduardo Prates, Alexandre Siciliano (empresário, posteriormente, Conde Papal), Dona Veridiana Prado (segundo o autor, também possuía uma casa no endereço).

[+] conheça a história de outros
logradouros do centro de são paulo

 

 

1883

Para os incêndios na Alameda dos Bambus, o sinal era de "nove badaladas e rebate" (MOURA, 1883)

 


1887

Alameda dos Bambus, n.70: Madame Minna Klótzer, fabricava "cestos de casca de tatú".

 


1888

Alameda dos Bambus, n.70: Madame Minna Klótzer, fabricava "cestos de casca de tatú".

 


1900

Xiaomi Mijia LCD Writing Tablet com Pen - Eco-Friendly: Esta prancheta é a melhor alternativa para papéis, ideal para os amantes da natureza. Há um botão para apagar todo o quadro e também um botão de bloqueio na parte inferior para impedir que arte divina seja removida. A bateria do botão (removível) pode ser usada por 365 dias se a apagar 100 vezes por dia.Em sua obra "A Cidade de São Paulo em 1900", Alfredo Moreira Pinto (1979, p. 254), assim descreve o logradouro:

"Começa no largo dos Guayanazes e termina na estrada de ferrp Sorocabana.
É bonira, de largura regular, plana, terminando em ladeira, arborisada, calaçada até a alameda Nothman.
É atravessada pelas alamedas Antonio Prado, Ribeiro da Silva, Nothman e Glette e rua Helvétia.
Possue (sic) belos predios, entre os quaes (sic) os de Edardo Prates, Dr. Francisco do Valle e Dr. Moreira de Barros"

[PINTO, Alfredo Moreira. A cidade de São Paulo em 1900. Coleção Paulística. Volume XIV. São Paulo: Governo do Estado de São Paulo, 1979, p. 254.]

 


1906

Em suas memórias, Jorge Americano (2004, p. 180) menciona dois moradores da Alameda dos Bambus (que na data possuíam automóveis particulares):

  • Manoel Guedes (Industrial de tecidos em Itapetininga);
  • Álvaro de Meneses (Professor da Escola Politécnica), sua residência ficava na esquina com a Alameda Nothman;

 

 

 

referências bibliográficas

MOURA, Francisco Ignacio Xavier de Assis (org.). Almanach Administrativo, Commercial e Industrial da Provincia de São Paulo para o anno bissexto de 1884. São Paulo: Editores Proprietários Jorge Seckler & Cia., 1883.

AMERICANO, Jorge. São Paulo naquele tempo: 1895–1915. 2ª. Edição. São Paulo: Carrenho Editorial / Narrativa Um / Carbono 14, 2004.

DICIONÁRIO DE RUAS. Arquivo Histórico Municipal de São Paulo. Disponível em: <https://dicionarioderuas.prefeitura.sp.gov.br/>. Acesso em: 12 Out. 2020.

PINTO, Alfredo Moreira. A cidade de São Paulo em 1900. Coleção Paulística. Volume XIV. São Paulo: Governo do Estado de São Paulo, 1979.

PIRES, Mario Jorge. Sobrados e barões da velha São Paulo. Barueri, SP: Manole, 2006.

SECKLER, Jorge (org.). Almanach Administrativo, Commercial e Industrial da Provincia de São Paulo para o anno bissexto de 1887. São Paulo: Editores Proprietários Jorge Seckler & Cia., 1886-1887.

SECKLER, Jorge (org.). Almanach Administrativo, Commercial e Industrial da Provincia de São Paulo para o anno bissexto de 1888. São Paulo: Editores Proprietários Jorge Seckler & Cia., 1887-1888.

 

 

dicionário do centro de são paulo

[clique nas letras para acessar a listagem de verbetes disponíveis]

 

A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

 

 

história do centro de são paulo: cronologia

Informações sobre a história do Centro de São Paulo organizadas por séculos e divididas por décadas para facilitar a pesquisa.

[+] leia mais

história do comércio do centro de são paulo

Informações sobre estabelecimentos comerciais, bancários, educacionais e outros relacionados ao setor terciário, que existiram no Centro de São Paulo, assim como, estabelecimentos históricos que ainda funcionam na região.

[+] leia mais

dicionário online sobre o centro de são paulo

Verbetes sobre o Centro de São Paulo: moradores, estabelecimentos comerciais, edificações, entre outros.

[+] leia mais

história dos logradouros do centro de são paulo

Informações sobre os logradouros localizados no Centro de São Paulo, incluindo os que desapareceram com as alterações urbanas realizadas desde a fundação da cidade.

[+] leia mais

biblioteca online sobre o centro de são paulo

Indicações de livros, artigos, sites, vídeos sobre o Centro de São Paulo.

[+] leia mais

patrimônio cultural do centro de são paulo

Informações sobre bens tombados, legislação, tombamento do Iphan, Condephaat e Conpresp. Notícias sobre os bens tombados. Projetos de requalificação urbana e preservação do patrimônio cultural tombado.

[+] leia mais

home            sobre o moyarte            contato