Website de Mônica Yamagawa

EDIFÍCIO

MALVINA CHAMMAS CURI

rua álvares penteado, 195

história do centro de são paulo

atualizado em: 26 de setembro de 2017

 

home > centro de são paulo > verbetes individuais > EDIFÍCIO MALVINA CHAMMAS CURI

O Edifício Malvina Chammas Curi foi projetado para ser a primeira agência da caixa Econômica Federal. A mescla de linhas clássicas na fachada inclui um frontão trianguular sobre a porta, foi criada por Ramos de Azevedo, em 1911.

Em 2000, sua fachada foi restaurada e abriga, desde 2005, uma das agências da Caixa Econômica Federal, mas, no passado, foi a sede do Banco Ítalo-Belga, da Companhia Paulista de Força e Luz e pertenceu ao banco Europeu para América Latina - BEAL S/A.

O restauro ficou a cargo do Escritório de Arquitetura, Planejamento e Design Cury, Rolim, de Rosis, e as obras foram executadas pela Construtora Miguel Curi, envolvendo a análise e aprovação de três órgãos: CONPRESP - Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo, SEMPLA - Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e CONDEPHAAT - Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo.

O projeto de restauração preservou os: 

"detalhes da pintura original, dos elementos artísticos em ardósia, de peças em granito e em cobre foram conservados. Internamente, também foi feita a recuperação de colunas e paredes em mármore aurora pérola."

[ESTEVES, Juan, ABDALLA, Antônio Carlos. Capital - São Paulo e Seu Patrimônio Arquitetônico. São Paulo: Imesp, 2013, p.153 e 266.]

Outros detalhes técnicos:

CENTRO DE SÃO PAULO

BIBLIOGRAFIA


CAPITAL - SAO PAULO E SEU PATRIMONIO ARQUITETONICO

Juan Esteves
Antonio Carlos Abdalla
Imesp
2013

'A Secretaria de Estado da cultura de São Paulo tem imensa satisfação em apoiar a reedição do livro 'Capital - São Paulo e seu patrimônio arquitetônico, de Juan Esteves. Com curadoria de Antonio Carlos Abdalla, o conjunto de fotografias selecionadas oferece um amplo panorama da diversidade de edifícios de distintas naturezas que marcaram a capital paulista ao longo de sua história, especialmente os últimos 100 anos. Colocado em evidência no magistral registro de Juan Esteves, o patrimônio arqutetônico paulistano pode aqui ser apreciado nos detalhes que acabam por ficar invisíveis em meio à agitação cotidiana da metrópole. Ao dar merecida visibilidade aos edifícios retratados, esta publicação ajuda a sensibilizar para a necessidade de preservação desse patrimônio, uma importantíssima e difícil tarefa, que precisava envolver toda a sociedade.' - Marcelo Mattos Araujo...[+]

 


BENS CULTURAIS ARQUITETÔNICOS NO MUNICÍPIO E NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

São Paulo: SNM – Secretaria de Estado dos Negócios Metropolitanos
EMPLASA – Empresa Metropolitana de Planejamento da Grande São Paulo S/A
SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento
1984 

Edição usada disponível na

 


Guia Fique Em São Paulo no Fim de Semana

Adriana Salles Gomes
Fernando Moreira Leal
Publifolha
2001

Este guia turístico da cidade de São Paulo e seus arredores ajuda o visitante ou o paulistano a descobrir o que a cidade tem de especial, de uma maneira organizada e rápida, com mais de 200 passeios selecionados de acordo com o gosto do leitor. São 20 menus de interesse - que vão do ecoturismo a uma relação de programas gratuitos ou abertos 24 horas. Os menus incluem também parques e jardins; esportes e atividades ao ar livre; compras; história; arquitetura e arte pública; festas e tradições; curiosidades; museus; comidas e bebidas; hotéis e motéis; cursos; ...[+] 

Edição usada disponível na

 

home      moyarte      não-diário      contato