Moyarte. Mônica Yamagawa.
Mônica Yamagawa
Home: página inicialMoyarte: perfil no FacebookMoyarte: perfil no InstagramMoyarte: perfil no Twitter
contato@moyarte.com.br

Centro de São Paulo

avenida rio branco

rua visconde do rio branco

alameda barão do rio branco

logradouros do centro de são paulo

atualizado em: 21 de fevereiro de 2021

 

home > logradouros > Avenida Rio Branco

 

O antigo nome desse logradouro era Alameda dos Bambus (por volta de 1860), posteriormente, foi denominada “Rua dos Bambús” (até 1881). Em seguida, foi denominada “Rua Visconde do Rio Branco” e, em 1907 ela foi oficializada como “Barão do Rio Branco” (7 de agosto de 1907 - Lei Municipal n. 1033). Através da Lei 4.608, de 31 de dezembro de 1954, o logradouro passou a ser denominado "Avenida Rio Branco".

O nome do logradouro foi escolhido em homenagem ao Barão do Rio Branco - José Maria da Silva Paranhos Júnior. O diplomata chegou a residir em São Paulo, entre 1862 e 1865, quando era estudante da Academia de Direito da capital paulistana, porém, tornou-se bacharel pela Academia de Recife/PE.

 

Veja também:

 

 

[+] conheça a história de outros logradouros do centro de são paulo

 

 

1900

Rua Visconde do Rio Branco: em 1 de janeiro, segundo nota publicada no Correio Paulistano (n. 13.050), o Instituto Bacteriológico analisou os ratos mortos ecnontrados na Rua do Visconde do Rio Branco e o resultado deu negativo: os roedores não morreram de peste.

Rua Visconde do Rio Branco, n.8: residência do Dr. Ernesto Pedroso.

Rua Visconde do Rio Branco, n.26: residência do Dr. A. de Campos Salles.

Rua Visconde do Rio Branco, n.28: Dr. Clemente Ferreira.

Rua Visconde do Rio Branco, n.72: sala de audiências do Juiz de paz do Distrito de Santa Epphigenia - Julio Alexandrino Esteves.

Rua Visconde do Rio Branco, n.87: foi levado para o Hospital do Isolamento, enfermo alemão, sua esposa e filho, do cortiço nesse endereço. O imigrante chegou em São Paulo no começo de janeiro e era funcionário da Companhia Ingleza. De acordo com nota publicada no Correio Paulistano (n. 13.054), o exame realizado no enfermo confirmou que o mesmo sofria de "peste benigna". Ainda segundo a nota, viviam nesse cortiço, cerca de 80 a 90 pessoas.

Rua Visconde do Rio Branco, n.102: residência de C. Fernando, professor.

 

 

 

referências bibliográficas

TECNOLOGIA SEM FIO 2.4G - Através da tecnologia sem fio 2.4G você pode obter uma conexão estável e confiável (alcance de conexão de até 10 m), e você pode usar o teclado e mouse sem fio sem instalação de plug-in.
DESIGN ULTRA SLIM E COMPACTO - O teclado fino mede 24,5x14,8cm, o tamanho do mouse é 5,7x11,3cm e o teclado USB tem um peso líquido de apenas 230g. É adequado para uso no escritório e em casa.
TECLADO MUDO - As teclas silenciosas e discretas trazem um nível totalmente novo de conforto ao seu alcance. Clique sensível do mouse com menos ruído e atende às necessidades comuns e de jogos
COMPATIBILIDADE - Use com todos os quatro principais sistemas operacionais que suportam Bluetooth (para iOS, para Android, para Mac OS e para Windows), incluindo para iPad Pro, iPad Air / iPad mini / para tablets Android como para Samsung Galaxy Tab, para Nexus / para Windows / para Mac, etc.
LONGA VIDA ÚTIL DA BATERIA: A bateria de lítio recarregável com alta capacidade do setor dura 1 mês entre as cargas (com base em 2 horas de uso ininterrupto por dia); o pacote inclui: 1 x Mini teclado sem fio Bluetooth, 1 mouse, 1 cabo USB.CORREIO PAULISTANO, n. 13.050, 1 Jan. 1900.
CORREIO PAULISTANO, n. 13.054, 5 Jan. 1900.
CORREIO PAULISTANO, n. 13.086, 6 Fev.1900.
CORREIO PAULISTANO, n. 13.112, 5 Mar.1900.
CORREIO PAULISTANO, n. 13.121, 14 Mar.1900.
CORREIO PAULISTANO, n. 13.177, 10 Mai.1900.
CORREIO PAULISTANO, n. 13.181, 14 Mai.1900.

DICIONÁRIO DE RUAS. Arquivo Histórico Municipal de São Paulo. Disponível em: <https://dicionarioderuas.prefeitura.sp.gov.br/>. Acesso em: 12 Out. 2020.

 

 

dicionário do centro de são paulo

[clique nas letras para acessar a listagem de verbetes disponíveis]

 

A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

 

 

Immerse yourself in the magic of world-renowned painter Vincent van Gogh’s art—experience the great master’s sense of color and creativity and unleash the artist inside you with this enchanting coloring book for adults. A major Post-Impressionist painter, known for his rich use of bright colors and distinctive and recognizable style, Vincent Van Gogh has continued to inspire artists and art-lovers for more than a century. Since his death in 1890, his vivid paintings—including The Irises, The Bedroom, and Sunflowers, as well as his pensive self-portraits—have been the source of countless studies among art critics and students, and have inspired artists and art-lovers around the globe. 
Now, Color Your Own Van Gogh lets you experience the artist as never before. Printed on a heavy paper stock suitable for display, this one-of-a-kind coloring book allows you to “paint” thirty of the artist’s most captivating works from the exclusive collection at the Van Gogh Museum in Amsterdam, using paints, pencils, or even crayons. The book employs a unique drop binding that allows the front cover to “drop away” from the binding, allowing for a completely flat surface to color, and ease of removing images from the book. In addition to the black-and-white line illustrations, Color Your Own Van Gogh includes full-color reproductions of the artist’s original paintings to help you color true to life, or stimulate your own imaginative palates and color design. 
Relax, create, and enjoy some of the most beautiful art the world has ever known with this inspiring and unique Van Gogh collection.

história do centro de são paulo: cronologia

Informações sobre a história do Centro de São Paulo organizadas por séculos e divididas por décadas para facilitar a pesquisa.

[+] leia mais

história do comércio do centro de são paulo

Informações sobre estabelecimentos comerciais, bancários, educacionais e outros relacionados ao setor terciário, que existiram no Centro de São Paulo, assim como, estabelecimentos históricos que ainda funcionam na região.

[+] leia mais

dicionário online sobre o centro de são paulo

Verbetes sobre o Centro de São Paulo: moradores, estabelecimentos comerciais, edificações, entre outros.

[+] leia mais

história dos logradouros do centro de são paulo

Informações sobre os logradouros localizados no Centro de São Paulo, incluindo os que desapareceram com as alterações urbanas realizadas desde a fundação da cidade.

[+] leia mais

biblioteca online sobre o centro de são paulo

Indicações de livros, artigos, sites, vídeos sobre o Centro de São Paulo.

[+] leia mais

patrimônio cultural do centro de são paulo

Informações sobre bens tombados, legislação, tombamento do Iphan, Condephaat e Conpresp. Notícias sobre os bens tombados. Projetos de requalificação urbana e preservação do patrimônio cultural tombado.

[+] leia mais

home            sobre o moyarte            contato