Moyarte. Mônica Yamagawa.
Mônica Yamagawa
Home: página inicialMoyarte: perfil no FacebookMoyarte: perfil no InstagramMoyarte: perfil no Twitter
contato@moyarte.com.br

Centro de São Paulo

verbetes: letra F

dicionário online sobre o centro de são paulo

atualizado em: 25 de fevereiro de 2021

 

home > dicionário > verbetes: letra F

 

Os verbetes sem descritivo, como exemplo "Matheus Ferraz Cantinho (? Coutinho)", possui página individual, clique sobre o verbete para acessar o conteúdo.

Os verbetes com descritivos, como o exemplo "MANOEL JOAQUIM DE VASCONCELLOS", por enquanto, não possui página individual, as informações disponíveis são as mencionadas nesta página.

 


letra EFletra G


 

FABIANO MARTINS SIQUEIRA (MAJOR): Porteiro da Faculdade de Direito (1896/1897).

Faculdade de Direito

Falcão Filho, Rua Doutor

FAMÍLIA CAMARGOS: Na década de 1640, os membros da família estavam em conflito com os membro da Família Pires, disputando o poder local. Em 1660, um "acordo de paz" foi acertado entre as Famílias Camargos e Pires.

FAMÍLIA PIRES: Na década de 1640, os membros da família estavam em conflito com os membro da Família Camargos, disputando o poder local. Em 1660, um "acordo de paz" foi acertado entre as Famílias Camargos e Pires.

FANFULHA (FANFULLA): Jornal em italiano, criado em 2 de julho de 1893.

FARCATO, MARCELINO DA COSTA: Residente na Rua da Boa vista, n.47, segundo anúncio de O Farol Paulistano (de 29 de setembro de 1827, número 50).

FEIJÓ, PADRE DIOGO ANTONIO: Presidente da Sociedade Filantrópica, criada em 1830, para promover um tratamento digno aos presos.

FERNANDES, Antão

FERNÃO DIAS: Bandeirante. Em 1674, inicia sua empreitada para exploração do caminho para a região das Minas.

FERRARD, N.J.V. : Tintureiro. Segundo os anúncios do Correio Paulistano (1856), francês. Clique aqui para ver os anúncios e informações sobre seus serviços.

FERRI, João Batista

Ferraria Coelho & Marques

FIERARD, Affonso

FIGUEIRA, DOMINGOS DE ANDRADE: Professor de História e Geografia, em 1856, no Lycêo Paulistano.

Filippina Bebber

Florêncio de Abreu, Rua

FLORENTINO DE SACRAMENTO ASSUMPÇÃO: Guarda da Faculdade de Direito (1896 / 1897).

Flores, Rua das

FONSECA, Nicolau Alves da

Fonte Glória, Ordem e Progresso, escultura de Luiz Brizzolara

FONTE MONUMENTAL: Inaugurada em 1927, a escultura está localizada na Praça Júlio de Mesquita. A obra passou por reforma e restauro entre os anos de 2012 e 2013, quando foram instaladas uma cerca de vidro e os detalhes, as lagostas e os mascarões, originalmente de bronze, foram trocados por cópias de resina, com o objetivo de evitar o furto da peça. O projeto de restauro e reforma da fonte custou cerca de R$ 500mil. Leia mais detalhes sobre o projeto de restauração em: "Fonte ganha 'aquário' para não ser mais usada como banheiro", artigo de Jairo Marques, publicado na Folha de S.Paulo, em 15 de março de 2013.

Forca, Rua da

FORÇA PÚBLICA: Criada em 1831, a Guarda Municipal Permanente, em 1837 passa a ser Corpo Policial Permanente e em 1947, torna-se Força Pública. Em 1970, passa a ser a Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Fosca, escultura de Luiz Brizzolara

FOX, D.M.: Mencionado no Almanak da Província de S.Paulo - para 1873 (1873): como superintendente e engenheiro chefe da Estrada de Ferro Santos-Jundiaí, morador da Rua Alegre, número 6.

FOX, Henrique

FRANÇA, Anna Candida Alvim Ferreira

FRANÇA, BENTO MARTINS: Servente da Faculdade de Direito (1896 / 1897).

FRANÇA, Collegio de Lindorf Ernesto Ferreira

FRANCISCO ALVES PEREIRA: Em 1828, morado da Rua do Commércio, n.10 (O Farol Paulistano, número 174, de 20 de dezembro de 1828).

Francisco Antonio Pinto Bastos (Capitão)

Francisco Bebber

FRANCISCO CHAGAS DOS SANTOS: Guarda da Faculdade de Direito (1896 / 1897).

FRANCISCO DE ASSIS MASCARENHAS: Conde de São João da Palma. e um dos quatro primeiros senadores nomeados por São Paulo, em 1826.

FRANCISCO DE PAULA GOMES DA SILVA: Diretor e professor de Primeiras Letras, Doutrina Cristã, em 1856, do Lycêo Paulistano.

FRANCISCO DE PAULA PUPO: Guarda da Faculdade de Direito (1896 / 1897).

FRANCISCO DE PAULA TOLEDO: Professor de Latim e Retórica, em 1856, no Lycêo Paulistano.

FRANCISCO DE SOUSA: Marido de Anna de Proença, é mencionado quando do cumprimento do testamento de sua esposa: " 'Recebi de Francisco de Sousa como testamenteiro da defunta sua mulher Anna de Proença uma toalha de linho para o altar de Nossa Senhora da Luz que deixou na verba do seu testamento e por verdade lhe passei a quitação. Hoje 24 de junho de 1680 annos - o ermitão de Nossa Senhora da Luz, João Almeida' "[ARROYO, Leonardo. Igrejas de São Paulo: introdução ao estudo dos templos mais característicos de São Paulo nas suas relações com a crônica da cidade. Rio de Janeiro: José Olympio, 1954, p.29.]

FRANCISCO DIAS: Em 1689, era proprietário de uma casa em taipa de pilão, no local onde está a Casa Número 1 (Casa da Imagem), na atual Rua Roberto Simonsen. Consta que nesse ano, vendeu a casa/terreno para o bandeirante Gaspar Godoy Moreira.

FRANCISCO DIOGO PEREIRA DE VASCONCELLOS (DOUTOR): Seu mandato como administrador da Província de São Paulo começou em 29 de abril de 1856 e terminou em 22 de janeiro de 1857.

Francisco Gonçalves Gomide

FRANCISCO IGNACIO DAS CHAGAS: Professor de música, em 1856, do Lycêo Paulistano.

Francisco José das Chagas (Chaguinhas)

FRANCISCO MARIA DE SOUZA FURTADO DE MENDONÇA, DR.: Foi lente catedrático, 2a. cadeira da Faculdade de Direito (5o. anno) e em 1856, residia na Descida do Porto Geral.

FRANCISCO MATARAZZO: Muda-se de Sorocaba para São Paulo em 1890.

FRANCISCO MOTTA: Guarda da Faculdade de Direito (1896/1897).

FRANCISCO NUNES RAMALHO (CAPITÃO): Em 1827, em um anúncio no O Farol Paulistano (Número 61, de 7 de novembro de 1827), seu nome está relacionado com o endereço da Rua do Piques, n.66. Em 1828, em outro anúncio, menciona que o mesmo mora nesse endereço (O Farol Paulistano, número 80, de 16 de janeiro de 1828).

FRANCISCO PEDROZO DE BARROS: Servente da Faculdade de Direito (1896 / 1897).

FRANCISCO RUIZ VELHO: Em 1619, vendeu uma casa de sua propriedade, para a Câmara Municipal, onde esta instalou sua sede.

Frederico Germano Borghoff

FREDERICO GLETTE: Junto com Victor Nothmann, em 1879, comprou terrenos nas áreas das Chácaras das Palmeiras e Mauá, para desenvolver empreendimentos imobiliários, bairros que ficaram conhecidos como Campos Elíseos e Higienópolis.

Frederico Ringamann

Frei Diogo

Freira, Rua da

Fresneau Alfaiate

FRIEDRICH, JACOB: Na década de 1870, recebeu a concessão de explorar quiosques no Jardim da Luz, após a concessão anterior, dada a Joaquim Eugênio de Lima foi cancelada.

Fundição, Rua da

 


letra EFletra G


 

 

 

verbetes individuais

[clique nas letras para acessar a listagem de verbetes disponíveis]

 

A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

 

 

história do centro de são paulo: cronologia

Informações sobre a história do Centro de São Paulo organizadas por séculos e divididas por décadas para facilitar a pesquisa.

[+] leia mais

história do comércio do centro de são paulo

Informações sobre estabelecimentos comerciais, bancários, educacionais e outros relacionados ao setor terciário, que existiram no Centro de São Paulo, assim como, estabelecimentos históricos que ainda funcionam na região.

[+] leia mais

dicionário online sobre o centro de são paulo

Verbetes sobre o Centro de São Paulo: moradores, estabelecimentos comerciais, edificações, entre outros.

[+] leia mais

história dos logradouros do centro de são paulo

Informações sobre os logradouros localizados no Centro de São Paulo, incluindo os que desapareceram com as alterações urbanas realizadas desde a fundação da cidade.

[+] leia mais

biblioteca online sobre o centro de são paulo

Indicações de livros, artigos, sites, vídeos sobre o Centro de São Paulo.

[+] leia mais

patrimônio cultural do centro de são paulo

Informações sobre bens tombados, legislação, tombamento do Iphan, Condephaat e Conpresp. Notícias sobre os bens tombados. Projetos de requalificação urbana e preservação do patrimônio cultural tombado.

[+] leia mais

home            sobre o moyarte            contato