Moyarte. Mônica Yamagawa.
Mônica Yamagawa
Home: página inicialMoyarte: perfil no FacebookMoyarte: perfil no InstagramMoyarte: perfil no Twitter
contato@moyarte.com.br

Centro de São Paulo

século XVII: 1651 - 1660

história do centro de são paulo

atualizado em: 12 de janeiro de 2021

 

home > história > século XVII: 1651 - 1660

 

16501651 - 16601661

 

1651

Câmara Municipal: Fernão Dias paes (juiz), José Ortiz de Camargo, Francisco Furtado (vereador), Alonso Perez Canhamares, João Paes - o velho, Antonio LOpes Medeiros, Manuel Fernandes de Barros (procurador).

 


1652

Câmara Municipal: Domingos Barbosa Calheiros (juiz), Jerônimo de Camargo, Francsico Leme (vereador), Geraldo Corrêa Soares, Sebastião Fernandes Preto, Estevão Fernandes Porto (procurador), Francisco Barriga de Sousa, Lázaro Machado:

"Atritam-se as câmaras de São Paulo e de Santos: A praiana dificulta a subida de sal, a planaltina embarga a descida de farinha."

[PORTA, Paula (org.). História da Cidade de São Paulo. São Paulo: Paz e Terra, 2004, p. 652.]

 


1653

14 de maio: Com a anuência da Câmara Municipal e o apoio de Fernão Dias Paes e João Pires, os jesuítas retornam para São Paulo.

 

Brigas violentas entre as Famílias Pires e Camargos.

Câmara Municipal: Domingos Garcia Velho (juiz), Domingos Rodrigues de Mesquita, Francisco Nunes de Siqueira, Francisco Cubas (vereador), Calixto da Mota, Gaspar Corrêa - o moço, Sebastião Martins Pereira (procurador).

 


1654

Uma divisão do poder municipal entre Pires e Camargos é determinada através de carta régia (cada família elegeria dois vereadores e um quinto vereador seria neutro).

Câmara Municipal: João de Godoi Moreira (juiz), Antonio Lopes de Medeiros, Paschoal Dias (vereador), Pedro da Silva, Pedro Dias Leite, Diogo Rodrigues (procurador), Simão Rodrigues Henriques, Francisco Barriga de Sousa.

 


1655

Câmara Municipal: Henrique da Cunha Gago (juiz), Antonio de Azeredo Magalha~es, Diogo Barbosa Rego (vereador), Gaspar Cubas Ferreira, Francisco Furtado Mendonça, Crispim Duarte (procurador), João Pires Antunes.

 


1656

Câmara Municipal: João da Cunha Lobo (juiz), Francisco Corrêa de Lemos, Estevão Fernandes Porto (vereador), João Martins Bonilha, Bartolomeu Nunes do Passo, Manuel de Aguiar (procurador).

 


1657

Câmara Municipal: João Paes (juiz), Antonio do canto de Mesquita, Manuel Paes de Linhares (vereador), Domingos da Rocha, Custórdio Corrêa, Antonio Barbosa (procurador).

 


1658

Inventário de Antonio Pedroso de Barros menciona o nome do segundo ermitão de Nossa Senhora da Luz, Antonio João.

Faleceu Antônio Lourenço.

Câmara Municipal: Francisco Velho de Moraes (juiz), Francisco Pires de Siqueira, Lourenço Corrêa de Lemos, Estevãp Forquim (vereador), Tristão de Oliveira, Antonio Rodrigues, Gaspar Vieira de Vasconcelos, Antonio de Almeida, Gonçalo Lopes (procurador).

 


1659

8 de agosto: Detalhe sobre o cumprimeiro dos desejos registrados no testamento de Pedro Dias Leite:

"Pedro Dias Leite prometia 'à Nossa Senhora do Guaré um manto de tafetá'. (...) 'Certifico eu Luiz de Andrade escrivão dos órfãos desta villa de São Paulo e seu termo e dello dou minha fé em como o capitão Lourenço Castanho Taques pagou ao ermitão de Nossa Senhora da Luz Antonio João três mil réis que o defunto Pedro Dias deixou de esmola e por passar na verdade e a pedimento do dito ermitão lhe passei a presente aos oito do mez de agosto de seiscentos e cincoenta e nove annos.' "

[ARROYO, Leonardo. Igrejas de São Paulo: introdução ao estudo dos templos mais característicos de São Paulo nas suas relações com a crônica da cidade. Rio de Janeiro: José Olympio, 1954, p.29.]

 

Câmara Municipal: Francisco Sutil de Oliveira (juiz), Roque Furtado Simões, Manuel temudo (vereador), Fernão Munhoz, Manuel Rodrigues Góes, Manuel Alves de Sousa, Bento Antunes (procurador), Manuel Duarte da Silva.

 


1660

Câmara Municipal: Antonio Madureira de Moraes (juiz), João Machado de Lima, Manuel Alves preto (vereador), Francisco Martins Bonilha, Manuel Alves de Sousa, Diogo Ferreiro, João Vieira da Silva (procurador).

 

 

16501651 - 16601661

 

 

referências bibliográficas

ARROYO, Leonardo. Igrejas de São Paulo: introdução ao estudo dos templos mais característicos de São Paulo nas suas relações com a crônica da cidade. Rio de Janeiro: José Olympio, 1954.

CADERNOS DE FOTOGRAFIA BRASILEIRA: SÃO PAULO 450 ANOS. São Paulo: Instituto Moreira Salles, 2006.

PORTA, Paula (org.). História da Cidade de São Paulo. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

 

 

dicionário sobre o centro de são paulo

[clique nas letras para acessar a listagem de verbetes disponíveis]

 

A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

 

história do centro de são paulo: cronologia

Informações sobre a história do Centro de São Paulo organizadas por séculos e divididas por décadas para facilitar a pesquisa.

[+] leia mais

história do comércio do centro de são paulo

Informações sobre estabelecimentos comerciais, bancários, educacionais e outros relacionados ao setor terciário, que existiram no Centro de São Paulo, assim como, estabelecimentos históricos que ainda funcionam na região.

[+] leia mais

dicionário online sobre o centro de são paulo

Verbetes sobre o Centro de São Paulo: moradores, estabelecimentos comerciais, edificações, entre outros.

[+] leia mais

história dos logradouros do centro de são paulo

Informações sobre os logradouros localizados no Centro de São Paulo, incluindo os que desapareceram com as alterações urbanas realizadas desde a fundação da cidade.

[+] leia mais

biblioteca online sobre o centro de são paulo

Indicações de livros, artigos, sites, vídeos sobre o Centro de São Paulo.

[+] leia mais

patrimônio cultural do centro de são paulo

Informações sobre bens tombados, legislação, tombamento do Iphan, Condephaat e Conpresp. Notícias sobre os bens tombados. Projetos de requalificação urbana e preservação do patrimônio cultural tombado.

[+] leia mais

home            sobre o moyarte            contato