Website de Mônica Yamagawa

HISTÓRIA DO

CENTRO DE SÃO PAULO

século XX: 1961 - 1970

atualizado em: 28 de agosto de 2017

 

home > centro de são paulo > 1961 - 1970

1960século XX: 1961 - 19701971

 

1962:

 

1963:

 

1964:

 

1965:

 

1966:

 

1967:

 

1968:

 

1969:

 

1970:

 

1960século XX: 1961 - 19701971

CENTRO DE SÃO PAULO







SÉCULO XXI

2001 - 2010

2011 - 2020

 


Cem Anos de Teatro Em São Paulo

Sabato Magaldi e Maria Thereza Vargas
Senac
2001

A atividade teatral em São Paulo num período que parte do último quarto do século XIX para chegar a 1974 está contada neste livro. Escrito por dois especialistas de grande destaque - o crítico Sábato Magaldi e a pesquisadora Maria Thereza Vargas - e ilustrado por dezenas de fotos, 'Cem anos de teatro em São Paulo' alia a síntese informativa à segurança de opinião...[+]

 


Disponível para
pré-visualização parcial no
Google Books

 

Bonde, Saudoso Paulistano - São Paulo By Tram

Fernando Portela
Terceiro Nome
2006

O livro conta a história dos bondes em São Paulo desde os tempos em que eles eram puxados por burros até 1968, quando o último bonde, o da linha Santo Amaro, foi aposentado. A pesquisa iniciada pela Fundação do Patrimônio Histórico de São Paulo foi complementada principalmente com fotos dos acervos da Agência Estado, com fotos históricas da coleção São Paulo de Piratininga e outras, mais recentes. Além dos bondes circulando pela cidade, o livro reproduz fotos da cidade sendo recortada pelos trilhos, dos trabalhadores e dos vários tipos de bonde...[+]

 

BIBLIOGRAFIA


Dois séculos de projetos no Estado de São Paulo: grandes obras e urbanização.

Volume I: 1800-1889
Volume II: 1889-1930
Volume III: 1930-2000

Nestor Goulart Reis
Edusp
Imesp
2010

Contar a história da urbanização e do urbanismo no Estado de São Paulo por meio das grandes obras públicas é a proposta do arquiteto Nestor Goulart Reis nesta obra. O livro focaliza a história da instalação da infraestrutura, dos equipamentos e serviços que criaram e fortaleceram as condições gerais de desenvolvimento da economia paulista. A obra procura fornecer uma visão panorâmica do processo de transformação das cidades paulistas, do começo do século XIX até hoje. Apresentado em três volumes e ilustrado com centenas de fotografias, desenhos e gravuras, apresenta também marcos do desenvolvimento paulista. O primeiro volume focaliza obras construídas entre o começo do século XIX e o fim do Império (1889). Os destaques são as primeiras ferrovias, os primeiros sistemas de iluminação pública e os primeiros equipamentos de saúde e educação construídos pelo poder público. O segundo tomo abarca o período da Primeira República (1889-1930), quando a modernização urbana se acelerou com obras de saneamento, sistemas de transporte urbano, as primeiras rodovias e usinas hidrelétricas, sistemas de abastecimento de água, canalização de rios, novos equipamentos de saúde pública, espaços dedicados às atividades culturais e ao lazer. O terceiro apresenta a industrialização e a formação metropolitana que tomaram impulso a partir de 1930 , período marcado pela introdução da tecnologia do concreto armado, que permitiu a realização de obras públicas de enormes dimensões, como centrais elétricas e rodovias, e grandes obras de infraestrutura urbana, como pontes e viadutos, além de centros de pesquisa e ensino universitário, complexos hospitalares, redes de trens de subúrbio e o Metrô de São Paulo. Uma cronologia no fim de cada volume complementa a obra...[+]

 


RESTAURAÇÃO ARQUITETÔNICA: A EXPERIÊNCIA DO SPHAN EM SÃO PAULO
1937 - 1975

Cristiane Souza Gonçalves
Annablume
2007

Cristiane Souza Gonçalves, num esforço paciente em busca de fontes primárias e informações dispersas, esmiuça significativas intervenções de restauração realizadas pelo SPHAN em São Paulo, buscando avaliar seus pressupostos teóricos e suas justificativas práticas. Brinda, assim, o leitor com um importante instrumento de reflexão sobre experiências que consagraram uma abordagem que encontra até hoje muita ressonância nos meios patrimoniais...[+]

Edição usada disponível nos sebos da
Estante Virtual

 


SAO PAULO
METROPOLE EM TRANSITO
(PERCURSOS URBANOS E CULTURAIS)

Candido Malta Campos
Lúcia Helena Gama
Vladimir Sacchetta
Senac
2004

São Paulo, cidade imensa que rompeu seus limites urbanos, caracteriza-se pela diversidade e pelos contrastes - sofisticação e precariedade, convivência e solidão, cidadania e vandalismo, solidariedade e descaso, oportunidade e exclusão...[+]

 


São Paulo em preto & branco: cinema e sociedade nos anos 50 e 60

Waldir Salvadore
Annablume
2005

Nos anos 50, São Paulo assume a condição de maior metrópole nacional, o grande pólo econômico e cultural do país. É também o momento em que tem início uma produção cinematográfica local minimamente regular, vinculada ao acelerado processo regional de industrialização e urbanização. Os anos 60, numa espécie de contraponto à década anterior, vêem as contradições socioeconômicas se acirrarem, precipitando a crise política que culmina no golpe militar de 1964. Passa-se abruptamente de um clima de liberdade de expressão para um de repressão e censura. A intenção deste estudo é identificar eventuais rupturas e continuidades no tecido sociourbano da metrópole a partir de uma amostra representantiva da filmografia de ficção local produzida nessas duas décadas, privilegiando a análise de aspectos formais e características específicas da linguagem cinematográfica... [+]

 


home      moyarte      não-diário      contato