Website de Mônica Yamagawa

I : VERBETE

dicionário do centro de são paulo

atualizado em: 26 de agosto de 2017

 

home > centro de são paulo > dicionário do centro de são paulo > letra I

letra H < letra I > letra J

 

IÇÁ:

Tipo de formiga que era usada na alimentação no século XVI (provavelmente, até antes, pelos indígenas) e mencionada nas memórias de pessoas, com alimento na década de 1950. Também conhecida como Tanajura.

 

IDENTIFICAÇÃO DOS NOMES DAS RUAS:

10 de agosto de 1809: é determinado a numeração de todas as casas, identificação dos nomes das ruas (para facilitar a cobrança de impostos).

 

IGREJA DAS CHAGAS DO SERÁFICO PAI SÃO FRANCISCO:

Os membros da Ordem de São Francisco chegaram em São Paulo em 1640. Para mais informações, acesse o verbete individual "Igrejas do Largo de São Francisco."

Sobre o tombamento municipal: CONPRESP - Resolução no . 05/91 (tombamento "ex-officio").

Bibliografia:

BENS CULTURAIS ARQUITETÔNICOS NO MUNICÍPIO E NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO. São Paulo: SNM – Secretaria de Estado dos Negócios Metropolitanos, EMPLASA – Empresa Metropolitana de Planejamento da Grande São Paulo S/A e SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento, 1984.

 

IGREJA DA ORDEM TERCEIRA DO CARMO:

Os membros da Ordem do Carmo chegaram em São Paulo no ano de 1592. Sobre o tombamento municipal: CONPRESP - Resolução no . 05/91 (tombamento "ex-officio").

 

IGREJA NOSSA SENHORA DA BOA MORTE:

Mais informações sobre a história da igreja, acesse o verbete individual: Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte. Sobre o tombamento municipal: CONPRESP - Resolução no . 05/91 (tombamento "ex-officio").

Bibliografia:

BENS CULTURAIS ARQUITETÔNICOS NO MUNICÍPIO E NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO. São Paulo: SNM – Secretaria de Estado dos Negócios Metropolitanos, EMPLASA – Empresa Metropolitana de Planejamento da Grande São Paulo S/A e SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento, 1984.

 

IGREJA NOSSA SENHORA DA LUZ:

Para mais informações, acesseo verbete individual: Mosteiro da Imaculada Conceição da Luz.

Bibliografia:

BENS CULTURAIS ARQUITETÔNICOS NO MUNICÍPIO E NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO. São Paulo: SNM – Secretaria de Estado dos Negócios Metropolitanos, EMPLASA – Empresa Metropolitana de Planejamento da Grande São Paulo S/A e SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento, 1984.

 

IGREJA NOSSA SENHORA DOS HOMENS PRETOS:

Sobre o tombamento municipal: CONPRESP - Resolução no . 05/91 (tombamento "ex-officio").

Bibliografia:

BENS CULTURAIS ARQUITETÔNICOS NO MUNICÍPIO E NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO. São Paulo: SNM – Secretaria de Estado dos Negócios Metropolitanos, EMPLASA – Empresa Metropolitana de Planejamento da Grande São Paulo S/A e SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento, 1984.

 

IGREJA DE SANTO ANTÔNIO:

Para mais informações sobre a igreja, acesse o verbete individual "Igreja de Santo Antônio". Sobre o tombamento municipal: CONPRESP - Resolução no . 05/91 (tombamento "ex-officio").

Bibliografia:

BENS CULTURAIS ARQUITETÔNICOS NO MUNICÍPIO E NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO. São Paulo: SNM – Secretaria de Estado dos Negócios Metropolitanos, EMPLASA – Empresa Metropolitana de Planejamento da Grande São Paulo S/A e SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento, 1984.

 

IGREJA DE SÃO CRISTÓVÃO:

Sobre o tombamento municipal: CONPRESP - Resolução no . 05/91 (tombamento "ex-officio").

Bibliografia:

BENS CULTURAIS ARQUITETÔNICOS NO MUNICÍPIO E NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO. São Paulo: SNM – Secretaria de Estado dos Negócios Metropolitanos, EMPLASA – Empresa Metropolitana de Planejamento da Grande São Paulo S/A e SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento, 1984.

 

IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS DA VENERÁVEL ORDEM DOS FRADES MENORES:

Os membros da Ordem de São Francisco chegaram em São Paulo em 1640. Mais informações sobre as igrejas localizadas no Largo de Sâo Francisco, acesse o verbete individual: Igrejas do Largo de Sâo Francisco.

Sobre o tombamento municipal: CONPRESP - Resolução no . 05/91 (tombamento "ex-officio").

Bibliografia:

BENS CULTURAIS ARQUITETÔNICOS NO MUNICÍPIO E NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO. São Paulo: SNM – Secretaria de Estado dos Negócios Metropolitanos, EMPLASA – Empresa Metropolitana de Planejamento da Grande São Paulo S/A e SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento, 1984.

 

IGREJA DE SÃO GONÇALO:

Sobre a história da igreja, acesse o verbete individual: Igreja de São Gonçalo. Sobre o tombamento municipal: CONPRESP - Resolução no . 05/91 (tombamento "ex-officio").

Bibliografia:

BENS CULTURAIS ARQUITETÔNICOS NO MUNICÍPIO E NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO. São Paulo: SNM – Secretaria de Estado dos Negócios Metropolitanos, EMPLASA – Empresa Metropolitana de Planejamento da Grande São Paulo S/A e SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento, 1984.

 

IGREJA DOS REMÉDIOS:

Concluída em 1836, e posteriormente demolida para dar lugar a atual Praça João Mendes.

 

IGREJA MARONITA CATÓLICA:

Voltada para as famílias libanesas, seu primeiro templo foi erguido no Parque Dom Pedro.

 

IGREJA MATRIZ:

A construção da primeira Matriz foi concluída em 1612.

 

ILUMINAÇÃO À GÁS:

Inaugurada na cidade em 1872.

 

ILUMINAÇÃO NA CIDADE:

28 de junho de 1854: Publicado no Correio Paulistano, sobre os problemas da falta de iluminação da cidade:

"CORRESPONDÊNCIAS
Sr. Redactor - Tem de realisar-se muito breve o contracto para a illuminação da cidade, e como eu sou um dos moradores de um dos arrabaldes da cidade, onde ha lampiões
pro formula, e que nunca se acendem, aproveito-me da sua renascida folha para pedir á S.Ex. que descarregue a mão no applicar as multas, visto que até o presente o contractor nenhum caso tem feito das que lhe tem sido applicadas, com prejuizo do publico que anda por ahi as marradas pelo escuro, chegando á ponto de um pobre viajor vindo de Santos, andou a noite inteira perdido pela cidade sem achar sahida, não podendo por isso seguir a sua viagem para Jundiahy, o que só fez demanhã quando o Sr. Apollo mandou acender o seu grande lampião.
Um dos que tem sofrido."

[Correio Paulistano, Anno I, 28 Jun. 1854, n.3, p.3-4.]

 

IMIGRAÇÃO ALEMÃ:

Em 13 de dezembro de 1827, chegou ao Porto de Santos, a embarcação Maria, com 226 imigrantes, dando início a história da imigração Alemanha-Brasil.

Bibliografia:

SIRIANI, Silvia Cristina Lambert. Uma São Paulo Alemã: vida quotidiana dos imigrantes germânicos na Região da Capital (1827-1889). São Paulo: Imesp, 2003, p.64-65.

DIETRICH, Ana Maria. Caça às suásticas: o Partido Nazista em São Paulo sob a mira da polícia política. IMESP, 2008.

 

INSTITUTO BACTERIOLÓGICO:

Criado em 1892, voltado para o combate e erradicação de epidemias e endemias (posteriormente, em 1940, é reabatizado como Instituto Adolpho Lutz).

 

INSTITUTO CAETANO DE CAMPOS:

Sobre o tombamento municipal: CONPRESP - Resolução no . 05/91 (tombamento "ex-officio").

 

INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DE SÃO PAULO:

Site Oficial: www.ihgsp.org.br

 

IRMANDADE DE NOSSA SENHORA DOS HOMENS PRETOS:

Criada em 1711.

 

IRMÃOS RICARDI:

Proprietários da Loja A Cidade de Londres.

 

ISABEL FERNANDES, DONA:

Casada com Henrique da Cunha, com quem teve três filhos.

 

IZABEL SOARES:

Casada com Gabriel Pinheiro Costa. Em seu testamento deixou esmolas para a Ermida do Guaré (Igreja Nossa Senhora da Luz):

"O testamento de Isabel Soares, de 1629, dispõe que 'se dê ao ermitão de Guarepe uma esmola em panno de algodão', o que foi religiosamente cumprido, pois mais adiante vamos encontrar o seguinte recibo: 'Digo eu Manuel de Atouguia ermitão que sou de Nossa Senhora de Gueré que recebi do senhor Gabriel Pinheiro Costa duas patacas em dinheiro que me deu uma esmola que sua mulher Izabel Soares que Deus tem deixou em testamento me déssem em panno e elle como testamenteiro m'as deu por verdade lhe dei esta quitação para sua guarda hoje 10 de julho de seiscentos e trinta e um annos'. "

[ARROYO, Leonardo. Igrejas de São Paulo: introdução ao estudo dos templos mais característicos de São Paulo nas suas relações com a crônica da cidade. Rio de Janeiro: José Olympio, 1954, p.28.]

 

letra H < letra I > letra J

 

CENTRO DE SÃO PAULO

CLIQUE NAS LETRAS ABAIXO PARA ACESSAR OS OUTROS VERBETES

 

 

 

A

B

 

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

 


CAPITAL - SAO PAULO E SEU PATRIMONIO ARQUITETONICO

Juan Esteves
Antonio Carlos Abdalla
Imesp
2013

'A Secretaria de Estado da cultura de São Paulo tem imensa satisfação em apoiar a reedição do livro 'Capital - São Paulo e seu patrimônio arquitetônico, de Juan Esteves. Com curadoria de Antonio Carlos Abdalla, o conjunto de fotografias selecionadas oferece um amplo panorama da diversidade de edifícios de distintas naturezas que marcaram a capital paulista ao longo de sua história, especialmente os últimos 100 anos. Colocado em evidência no magistral registro de Juan Esteves, o patrimônio arqutetônico paulistano pode aqui ser apreciado nos detalhes que acabam por ficar invisíveis em meio à agitação cotidiana da metrópole. Ao dar merecida visibilidade aos edifícios retratados, esta publicação ajuda a sensibilizar para a necessidade de preservação desse patrimônio, uma importantíssima e difícil tarefa, que precisava envolver toda a sociedade.' - Marcelo Mattos Araujo...[+]

 


ARQUIVO HISTORICO DE SAO PAULO

Eudes Campos
Imesp
2011

Seleção de manuscritos, mapas, plantas, desenhos técnicos e fotografias, escolhidos dentre os mais de 4 milhões de itens pertencentes ao acervo do 'Arquivo Histórico de São Paulo', este livro busca compor um mosaico da história da cidade e ressalta a importância da conservação deste patrimônio diante dos desafios de compreensão do seu futuro...[+]

 


Patrimônio da metrópole paulistana

Margarida Cintra Gordinho
Iatã Cannabrava
Terceiro Nome
2010

Este livro apresenta, com fotos e textos, os bens tombados pelo Condephaat na cidade de São Paulo e em sua região metropolitana. Com ele, procuramos contribuir para amplir a possibilidade desses bens serem conhecidos, admirados e preservados, mantendo vivas as memórias e histórias que ajudam a construir nosso futuro...[+]

 


HISTORIA DOS VELHOS TEATROS DE SAO PAULO

Antonio Barreto do Amaral 
Imesp
2006

A Coleção Paulística trata de diversos aspectos da História do Estado de São Paulo, de sua formação e cultura, de alguns de seus municípios e de algumas de suas personalidades. Publicados em meados do século XX, esses volumes tiveram sua última edição entre as décadas de 1970 e 1980. A reedição revista e atualizada de 5 volumes mostra-se muito oportuna: a coleção está esgotada e os poucos volumes em circulação têm merecido o tratamento de obra rara. Disponibiliza-se, assim, a pesquisadores e estudiosos da história de São Paulo, bem como ao público em geral, importante parte da obra. Os exemplares selecionados, escritos por nomes relevantes da prosa paulista, cobrem desde a saga dos Bandeirantes até a história dos teatros paulistas, destacando-se o importante Dicionário de História de São Paulo...[+]

 

home      moyarte      não-diário      contato